Do it for yourself, not for them.
"As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem."
O dono do tempo, sabe a hora certa de mudar sua história.
Escolha, sem pressa.
Prateleira vazia
Não se preenche
Com livros ruins.
Guilherme M. (via oxigenio-dapalavra)
Não importa quantas moedas você joga na fonte, ou o número de dedos que você cruza. Se não é pra ser, não vai ser.
Caio Fernando Abreu.  (via alentador)
Ela sabia que precisava dele. Mas tinha medo da compulsão. De querer ele sempre e sempre e pra sempre. E amanhã e depois. E de dia, e tarde, de madrugada. Pra dormir feliz…
Tati Bernardi.  (via precarizou)
Envelheci
10 anos
ou mais,
nesse último
mês.
Engenheiros do Hawaii (via desembarcou)
Eu realmente acho lindo essa coisa de duas pessoas não quererem nada que seja bom no mundo além de uma a outra. E eu queria você, muito. O querer mais bonito que pode existir era seu, só seu.
Caio Fernando de Abreu.    (via desembarcou)
Não acredito em almas gêmeas ou frutas pela metade, mas eu acho que a gente se pertence, de alguma forma.
Gabito Nunes.    (via carencias)
Amor de amigo é coisa engraçada! É diferente de amor de pai, de mãe, de irmão, de namorado. Amor de amigo é amor que completa a gente. Um amigo não precisa estar com a gente o tempo todo, porque amor de amigo vence a distância. Amigo que é amigo mesmo pode até ter outros amigos, porque amor de amigo nunca acaba. Ele se multiplica. Tem amigo de tudo quanto é jeito: de infância, da escola, de bairro, de igreja, de faculdade, de internet, amigo de amigo. Tem amigo até que a gente nem lembra de onde veio. E cada um deles tem um espaço guardado na memória e no coração. Amigo é amigo porque está presente nos momentos mais importantes da vida da gente: o primeiro beijo, a primeira festa, a aprovação no vestibular, um picnic sábado à tarde, um dia de praia, ou até um almoço de domingo. Aos meus amigos, a todos eles, eu desejo que conquistem cada vez mais amigos. Porque amor de amigo não se cansa de amar.
Pedro Bial.      (via involuntus)
E os dois comemoraram juntos, e também brigaram juntos muitas vezes depois. E todo mundo diz que ele completa ela, e vice-versa, que nem feijão com arroz.
Eduardo e Mônica.  (via thiaramacedo)
Olha só para mim, tô até gostando da vida. Logo eu que nunca tive afeto por nada, tô gostando justamente da vida. Amar você me faz gostar de cada coisa besta.
Thiara Macedo (sdpm)
Abraço é coisa tão séria que não se empresta, se dá. E quando os corpos se encostam, todos os chakras se tocam. Abraço é coisa tão séria que junta os dois corações: pode ecoar para sempre ou esvaziar por inteiro. Pois quando a gente abraça, traz para dentro a pessoa: com bagagem, passado, infância, viagens e o principal: seu perfume espiritual. E o que recebemos nem sempre é o que damos, por isso alguns são afagos que nutrem por um longo tempo e outros, desespero pra matar a fome, um devoramento. Recuso abraçar levianamente, abraço com meu enrosco de afeto demais, amor puro, corpo colado para o abraço ser sentido, ter sentido. Abraço que é de verdade pode até ser dado de longe, pois ultrapassa as esferas e desconhece distâncias, é todo feito de encontro. Abraço é coisa tão séria que há de ser doce, leve, divertido, espontâneo, mesmo quando acalanto, colo ou celebração. A gente agarra por impulso de carinho porque a sintonia é a mesma. E quando o abraço termina, quando ele é dado de graça, fica a cosquinha no peito, uma brisinha na alma e a harmonia instalada.
Marla de Queiroz.  (via nevou)
FUTURASUICIDA ©